Caminhar na praia

..
   Fonte da Imagem
Caminhar na praia pode não ser inofensivo.

Veja os riscos e os cuidados:

No verão, muita gente aproveita para caminhar na beira da praia, mas muita gente ignora os riscos, que são quase nulos, mas existem, como em qualquer outra atividade. Segundo o ortopedista Miguel Saad, uma possibilidade são as lesões. Na prática os riscos aparecem se a pessoa fizer a caminhada sem seguir as recomendações básicas, sem procurar ajuda médica ou se exagerar no ritmo da atividade.


"Muitas pessoas deixam para começar a fazer a atividade física no verão e, dependendo de como a caminhada for feita, pode resultar em lesões musculares, como distensões e dores musculares. Muita gente que vejo nos calçadões caminham despreparadas, usam tênis inadequado que dá sobrecarga nas articulações e coluna".

Quem acha que caminhar na areia é mais seguro deve tomar muito cuidado. O especialista orienta os "esportistas de verão" devem ficar longe dela. "A areia é irregular e inclinada, podendo sobrecarregar mais as articulações e ligamentos. A caminhada na areia só é indicada para quem já tem preparo físico e pratica exercícios há muito tempo".

A dica do médico para os andarilhos é usar roupas adequadas e de cores claras. Além disso, antes e depois de uma caminhada a pessoa deve se alongar.

Atenção

Os cuidados começam antes do início da atividade. Antes de andar, a pessoa deve fazer alongamentos, para evitar lesões. O aquecimento prévio é importante porque vai sinalizar para o corpo que irá começar uma atividade física.

Ingerir líquidos antes e depois da caminhada é importante para evitar a desidratação.

O praticante nunca deve caminhar em jejum, mas é importante optar por alimentos leves como frutas e vitaminas.

O indicado é que a caminhada seja feita 30 minutos por dia, de três a cinco vezes por semana. Para os iniciantes é recomendado alternar um dia de descanso com um dia de exercício. O ritmo deve começar mais lento e ir aumentando progressivamente.

Use tênis adequado para caminhadas e corridas, que tenham amortecedores para diminuir o impacto no joelho e coluna.

A orientação médica é importante, principalmente se o praticante não souber como começar.

Os especialistas recomendam que o período vespertino, ao final da tarde, é o melhor para a prática da caminhada, principalmente para aquelas pessoas que possuem doenças cardíacas, são diabéticas ou hipertensas.

A pessoa que está caminhando deve permanecer ereta, com o abdome contraído, braços descontraídos e com movimentos rítmicos.


Fonte do texto
. / baseado no Simple | por © Templates e Acessórios ©2013