Coisas que você deveria saber antes de ter um animalzinho

..

Abandonar ou maltratar animais é crime!
Pena: três meses a um ano de detenção e multa (Lei 9605/98).

Sabia que eles fazem muito bem a nossa saúde!

Lendo um texto num site sobre animais, percebi quanto somos amados por nossos bichinhos de estimação. Se você não sabe disso ainda, e hora de ficar sabendo. Apenas 15 minutos de convivência com um animal melhoram muitos problemas de saúde, segundo a organização internacional Delta Society. Dentre as pesquisas já realizadas sobre o assunto, a instituição ressalta as seguintes: A convivência com um amigo de quatro patas acalma, facilita a interação, dá confiança e, o melhor, ajuda a superar com sucesso vários problemas de saúde.
A presença de cachorros em hospitais diminui a pressão sanguínea, controla a ansiedade de cardíacos e ajuda a melhorar as funções do coração e do pulmão em pacientes internados. 
Pacientes com doença de Alzheimer têm menos problemas de comportamento e se alimentam melhor em ambientes com aquário. 
Um cão na sala de espera de consultórios reduz o stress das crianças.
A fisioterapia é mais eficaz quando o profissional tem como assistente um cachorro.
Idosos que possuem um animal de estimação em casa visitam o médico com menos freqüência. 
Taxas de colesterol, triplicardes e pressão arterial são baixos em pessoas que têm bicho em casa. 
Crianças conseguem passar por uma situação difícil na família, como doenças ou perdas, e ter mais auto-estima se têm a companhia de animais.
Em adultos saudáveis, os bichos propiciam a diminuição do stress diário e da solidão. 
Menos depressão e stress foram constatados em portadores do vírus HIV que vivem com animais, além de aumentar a vontade de superar a doença.

Então pense bem antes de maltratar seu animalzinho, não abandone seu cão.
Os animais que são abandonados sofrem tanto que chega a deixar de comer, e entram em depressão, e são capazes de ficarem dias no local onde foi abandonado sem comer, e sem beber, com a esperança de que o dono venha buscá-lo. Sabiam que eles choram durante o dia de tanta saudade?
Imagine se lhe fizessem o mesmo com você, te levar para dar um passeio no local desconhecido e esquecesse-se de você. Como se sentiria?
Gostaria? Claro que não!
Se um dia você não puder cuidar mais do seu animalzinho, tente arrumar um lar onde ele possa ter todo carinho e atenção, para que não sinta tanto a sua falta. Pense nisso! NÃO O ABANDONE! (By Smareis)
                                 
                                                       Abaixo mais algumas informações importante.


Estudos comprovam os benefícios do contato entre crianças e animais. Os bebês exercitam a coordenação motora, treinam a marcha ao engatinhar ou andar e têm o olfato, audição e visão estimuladas pelos animais. Crianças mais velhas melhoram a atenção, coordenação motora, sociabilidade, auto-estima e se tornam mais comunicativas e saudáveis. Os animais também ajudam a combater o estresse, colesterol, pressão arterial e problemas cardíacos, que também afetam muitas crianças nos dias de hoje. Além disso, a presença e a disposição deles é um ótimo estímulo aos exercícios e, conseqüentemente, ao controle da obesidade infantil – imagine uma criança que tem um cãozinho e passeia com ele todos os dias! Enfim, o contato com animais é extremamente benéfico e recomendado por médicos, psicólogos, pedagogos e educadores em geral. (focinhofeliz.org. br)



Sabia que seu animalzinho sofre quando você fuma perto dele?

Em recente artigo a Organização de Proteção Animal dos Estados Unidos chama a atenção para uma razão a mais para você parar de fumar: Pare de fumar por você, pela sua família e até pelo seu animal de estimação.

Fumar como bem sabemos não há níveis de segurança para o tabagismo passivo para seres humanos, e esta afirmação é valida também para os animais.

Nos Estados Unidos cerca de 50.000 americanos por ano tem como causa de óbito o tabagismo passivo e aproximadamente 4 milhões de jovens e crianças(16%) são expostos ao tabagismo passivo em suas próprias casas.Vários estudos tem indicado que os animais enfrentam sérios problemas de saúde quando são expostos as toxinas do fumo passivo, e isto varia desde alergias até casos de câncer.

Há no fumaça de segunda mão ou tabagismo passivo mais de 4.700 substâncias tóxicas, sendo mais de 60 cancerígenas. Em animais há registros de câncer de nariz e de pulmão em cachorros e linfoma em gatos por exemplo. Um recente estudo mostra que até 30% dos animais domésticos convivem com pelo menos um tabagista.

Somos educados em todo o mundo para resguardar a saúde do tabagista ativo (fumante) e do tabagista passivo, particularmente as crianças, mas temos um terceiro foco para estimular os tabagistas a procurarem tratamento médico que possibilite parar de fumar com êxito: A Saúde do seu Totó deve ser levada também em consideração!

Hoje em dia a Medicina dispõe de vários tratamentos que permitirão que você abandone a dependência nicotínica com uma chance infinitamente maior.

Portanto, procure pelo seu Médico e pare de fumar! Você pode proporcionar uma vida mais saudável para si mesmo, sua família e também para seu animal de estimação.


FONTES:
see.tv.br
PULMAOSANEWS-PULMÃO SA - Sua Atmosfera, Sua Vida! ®
. / baseado no Simple | por © Templates e Acessórios ©2013